7 de mar de 2012



Salto alto, cabelo bem arrumado. Menina do sorriso discreto com a boca coberta de batom vermelho, unhas compridas e bem pintadas, olhar misterioso com contorno escuro. Jeito de criança, mentalidade de mulher. Toda desleixada, confusa, de mente bagunçada e doçura forjada. Rosto de princesa, atitudes de maluca, tão pouco educada quanto paciente. Ciumenta, grosseira […] e mais tantos outros adjetivos adicionados à ela. Difícil de entender, quase impossível de se conviver. Metralhadora de sentimentos, menina do coração partido. Reserva de força, nunca derramou uma lágrima se quer. Aguentou, porém se sufocou e pouco a pouco descontou no amor toda a sua dor, desacreditou, duvidou e muitas vezes perdeu. Mas nunca mais se arrependeu, pois aprendeu a não confiar, não esperar demais do que pouco podia ter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário