23 de fev de 2012



 
“Fui vivendo minha vida de maneira tão solitária, conquistando minhas coisas tão no braço, tão sempre sem nada, que aprendi a ter uma enorme admiração por mim mesmo.” Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário